Acervo Digital

Organizações e Entidades

Fale com a ESEDH

  • DISQUE 100
  • sos racismo
  • 180

Notícias

12/02/2020

SEJUF INICIA FORMAÇÃO PARA OS PROGRAMAS FAMÍLIAS FORTES, #TAMOJUNTO E ELOS DE PREVENÇÃO AO USO ABUSIVO DE ÁLCOOL E DROGAS


image

Entre os dias 17 e 20 de fevereiro, a ESEDH dará início a um inovador processo de formação de servidores municipais para prevenção ao uso abusivo de álcool e drogas, destinado a famílias com adolescentes de 10 a 14 anos, a partir dos seguintes Programas:


Família Fortes consiste no fortalecimento de vínculos familiares e desenvolvimento de habilidades de vida - parentais, sociais, emocionais e cognitivas.Os principais resultados esperados incluem redução da agressividade e de comportamentos de isolamento social e melhora na interação entre pais e filhos, além de aumento do rendimento escolar e redução do abuso de substâncias.


#TamoJunto tem origem no Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e da Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Ministério da Saúde. Professores da rede municipal de ensino, profissionais da rede pública de Saúde vão participar do programa, que será desenvolvido nas escolas municipais, com ações de prevenção ao uso de tabaco, álcool e outras

O programa baseia-se em uma metodologia elaborada por pesquisadores europeus, chamada Unplugged, foi testada no Brasil em 2013.


Elos foi também articulado nacionalmente pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD-MJ). O Jogo Elos – Construindo Coletivos é um programa preventivo, direcionado a crianças entre seis e dez anos, que vem sendo aplicado em diversas regiões brasileiras. O programa se traduz em uma proposta lúdica na qual educandos, divididos em equipes, são convocados a seguir certas regras de convivência, combinadas coletivamente entre alunos e professor.


Com o objetivo de construir novos modos de convivência social, o programa busca incidir sobre comportamentos do tipo agressivo, hiperativo, tímido e isolado socialmente, considerados fatores de risco a possíveis problemas psicossociais, entre eles o envolvimento abusivo com o uso de álcool e outras drogas.


O Jogo Elos, nome dado ao programa em sua adaptação cultural para a realidade brasileira, foi desenvolvido originalmente na década de 1960, na Universidade de Kansas, EUA, pelos pesquisadores Harriet Barrish, Muriel Saunders e Montrose Lobo, com o intuito de ajudar os professores a gerir melhor suas salas de aula e contribuírem na mudança comportamental positiva de seus estudantes.


O programa propõe a redução de fatores de risco e o favorecimento de fatores de proteção ao uso e abuso de álcool, tabaco e outras drogas nos ambientes escolar e familiar às crianças da faixa etária atendida. Abrange ações voltadas à redução de interações que aumentam potencialmente sua vulnerabilidade, especificamente interações caracterizadas como agressivas, de dispersão e de retraimento nos contextos de sala de aula. Paralelamente, pretende fomentar o desenvolvimento de habilidades de vida e de proteção ao fenômeno em questão.



Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.