Escola de Educação em Direitos Humanos

Acervo Digital

Organizações e Entidades

Fale com a ESEDH

  • DISQUE 100
  • sos racismo
  • 180

Notícias

30/09/2019

ESEDH lança livro sobre Educação em Direitos Humanos

A Escola de Educação em Direitos Humanos (ESEDH), vinculada ao Departamento de Promoção aos Direitos Fundamentais e Cidadania, da Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Família (SEJUF), apresenta a obra “Educação em Direitos Humanos: história, epistemologia e práticas pedagógicas”, publicada pela Editora da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Os artigos que compõem o livro são frutos do Seminário de Formação Continuada de Educação em Direitos Humanos, realizado em 2017 pela ESEDH, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, voltados aos técnicos-pedagógicos dos NREs e da SEED. Além do mais, em 2018, o referido Seminário subsidiou um curso de EaD - A Educação e os Direitos Humanos -, elaborado pela SEED, o qual atingiu aproximadamente 2000 professores de sala de aula, da rede pública estadual.

Todos os artigos são atravessados pela ideia de que os direitos – quaisquer que sejam eles – são resultado de processos históricos e de intensos embates sociais. Os direitos humanos, por sua vez, existem para proteger a todos, com especial cuidado aos que histórica e socialmente sofrem exclusões de todos os matizes. Assim, educar para os direitos humanos é trabalhar por um mundo de justiça social em todos os níveis.


Ao se considerar que as tensões que perpassam a sociedade brasileira do século XXI reproduzem-se no cotidiano das salas de aula, esse livro surge com um objetivo contínuo de contribuir para que a educação em direitos humanos seja um eixo estruturante da educação básica e, ao mesmo tempo, uma mola propulsora da transformação e humanização da prática escolar.


A escola, além de ser um espaço de transmissão do saber científico historicamente acumulado, é, também, um ambiente plural de embates culturais diários, provando que educar para os direitos humanos é um desafio permanente para qualificarmos e humanizarmos nossas concepções e práticas. O trabalho pedagógico com a educação em direitos humanos faz-se extremamente necessário à superação do racismo estrutural da sociedade brasileira, das estruturas do patriarcado que leva homens a acharem que são superiores às mulheres, do desrespeito às diversidades, do menosprezo para com as populações em situação de vulnerabilidade. Educar para os direitos humanos também é proteger e debater valores fundamentais para dar dignidade à vida humana nos seus direitos fundamentais, mas, principalmente, como antídoto educacional à cultura do ódio e da violência que se manifesta diariamente, tanto de forma institucional, quanto em nossas práticas sociais.


Nesse livro os dez autores trazem debates acerca da Educação em Direitos Humanos, abordando os fundamentos desses direitos, passando pela relação com as correntes pedagógicas, currículo, planejamento e políticas públicas. A obra ainda se volta à prática escolar, apontando as relações entre o trabalho no chão de sala com a educação em direitos humanos. Por fim, os autores tratam de alguns temas pertinentes e desafiadores à escola contemporânea, levantando questões relacionadas à construção de identidades e os fazeres pedagógicos, bem como dos estudantes enquanto sujeitos de direitos em processos de mediação de conflitos.


A educação em direitos humanos não é uma tarefa fácil, mas, atualmente, é imprescindível. O Estado, por sua vez, deve cumprir o seu papel constitucional de promover uma sociedade plural e respeitosa pautada nos direitos humanos. Esse livro é apenas uma pequena contribuição aos educadores formais e informais engajados com uma educação efetivamente humanizadora.


Baixe o livro clicando na imagem abaixo:


capa


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.